Dicionário de Termos de Diálise

Dicionário de Termos de Diálise

Dicionário de Termos de Diálise

Acesso Sanguíneo – Local de onde se pode obter sangue para efectuar diálise, como as veias que a fistula desenvolve, ramos do catéter ou prótese.

Água filtradaÁgua à qual foram removidas as impurezas através da sua filtração.

Água oxigenada  ( H2O2)Solução que dissolve o sangue e utilizada como anti-séptico, destruindo principalmente microrganismos que não toleram o oxigénio.

Agulha ArterialAgulha da fístula que transporta o sangue do organismo para a linha arterial.

Agulha de fístulaAgulhas usadas para remover e infundir o sangue durante a diálise.

Agulha venosaAgulha de fístula por onde o sangue retorna ao organismo.

ÁlcoolAnti-séptico e desinfectante.

AlergiaHipersensibilidade a uma substância física ou química, como comida ou drogas

AminoácidosComponentes das proteínas que são essenciais para o crescimento e nutrição do organismo.

Ampola de gotejoCâmara existente na linha venosa que apanha as bolhas de ar e permite observar o débito de sangue. Também a denominam de “Caça-bolhas”

Análises SanguíneasTermo usado quando se fala de testes de  sangue que medem os constituintes  e produtos tóxicos no sangue.

AnemiaSituação em que a quantidade de glóbulos vermelhos e/ou hemoglobina no sangue é inferior ao normal, causando fadiga, enfraquecimento e outros sintomas

AneurismaEnfraquecimento e dilatação duma zona da parede do vaso sanguíneo.

AnginaDor no peito.

AntiácidoMedicamento utilizado para aliviar o excesso de ácido do estômago, pois causa dor. Alguns contêm antiflatulantes que aliviam a dor por gases. Pessoas com Insuficiência Renal, normalmente usam-nos pelas suas propriedades de quelantes do fósforo.

AntibióticoMedicação usada para combater as infecções, inibem o crescimento ou destroem os microorganismos (bactérias).

AnticoagulanteMedicação usada para prevenir que o sangue coagule. O anticoagulante mais utilizado é a Heparina.

AntigénioSubstâncias estranhas, geralmente microrganismos como vírus, que induzem no nosso organismo a formação de anticorpos.

AntihipertensivosMedicação utilizada para diminuir a  tensão arterial alta – hipertensão.

AntissépticoQuímico que elimina e pára o crescimento dos microrganismos ( bactérias, vírus, etc.) utilizado para a pele e mucosas.

ArritmiaBatimento irregular do coração.

ArtériaVaso sanguíneo que transporta  o sangue do coração para o resto do corpo.

Arteriografia renalExame radiográfico ( raio x ) onde se injecta  produto de contraste na artéria principal do rim. Usada para determinar se os vasos sanguíneos  do rim são normais e se o tamanho do rim é normal.

AssepsiaAusência de germens, estéril.

BactériaOrganismo microscópico normalmente associado com infecções, germens.

BetadineAnti-séptico que é normalmente usado para limpar o acesso antes da punção.

BicarbonatoPó branco cristalino usado na solução de diálise ( banho ), ou como medicação, para reduzir a acidez do sangue quando de sofre de Insuficiência Renal.

BiselGume afiado da agulha.

Bomba de sangueDispositivo que move o sangue através das linhas e filtro.

By PassFunção na máquina de diálise que permite que o banho de diálise não passe através do filtro, prevenindo assim que banho de má qualidade atravesse o filtro.

CálcioMineral utilizado pelo organismo na construção e manutenção do osso. É obtido principalmente a partir do leite e seus derivados. O carbonato de cálcio é um suplemento necessário ao Insuficiente Renal, já que este absorve mal o Cálcio ao nível do seu tubo digestivo.

Cardíaco Referente ao coração.

CatéterPequeno tubo usado para introduzir ou retirar fluídos do organismo. O catéter da veia subclavia ou jugular é usado para efectuar Hemodiálise. Na Diálise peritoneal, utiliza-se um catéter situado no abdómen.

ccCentímetro cúbico . Equivalente a um mililitro.

CentígradoUnidade de medida da temperatura.

Circuito extra-corporal (CEC)Conjunto formado pelo filtro e linhas, por onde passa o sangue durante a Hemodiálise.

ClampInstrumento utilizado para cessar o fluxo de sangue ou soro nas linhas de Diálise, pode ser uma pinça.

ClearanceMedida para avaliar a eficácia da diálise ou dos rins; ou seja a capacidade que o filtro ou o rim têm para remover os produtos tóxicos.

Cloreto de sódioForma comum de sódio, sal de cozinha.

CoáguloPequena quantidade de sangue coagulado.

Compartimento de banhoUma das duas secções do filtro, onde circula o banho.

Compartimento de SangueUma das duas secções do filtro, onde circula o sangue.

Concentrado ácidoSolução electrolítica que está diluída com água filtrada para fazer banho de diálise, que possui sódio, potássio, cálcio, magnésio, glicose e cloro. Durante a Diálise o monitor dilui este concentrado juntamente com o concentrado de bicarbonato e água tratada, resultando no banho de Diálise.

ConductividadeA capacidade que uma solução electrolítica tem para conduzir uma carga eléctrica. Mede-se com um condutivimetro, que a maior parte dos monitores de Diálise possui no seu interior, regulando automaticamente a qualidade do banho.

ContaminadoQuando um objecto esterilizado está sujo.

ContracorrenteDois fluídos a correr em direcções opostas. Durante a Diálise, no filtro,  o sangue corre no sentido da gravidade e o banho corre ao contrário, para cima. Isto aumenta a eficácia das trocas.

ConvulsãoContracções musculares incontroláveis.

CreatininaUm produto tóxico resultante do metabolismo celular dos músculos que é normalmente eliminado pelos rins. O nível de creatinina é um dos indicadores da função renal.

Débito de banhoVelocidade a que o banho de diálise passa através do filtro e máquina.

Débito de SangueVelocidade do sangue através do circuito extra-corporal.

DesinfectanteProduto químico que destroi os microrganismos, utilizado para as superficies e equipamentos. O Álcool é ao mesmo tempo desinfectante e anti-séptico.

DesinfectarDestruir as bactérias prejudiciais existentes em superfícies e equipamentos, através duma substancia química.

DesioniziadorFiltro que remove as impurezas da água, utilizado para produzir água de Diálise.

Detector de arSensor que detecta ar na linha de sangue venosa e previne a sua entrada na corrente sanguínea do paciente.

Detector de HemoglobinaSensor (BLOOD LEAK) situado no trajecto do banho que sai do filtro, que vai para o esgoto, que detecta a presença de sangue no banho, que acontece em caso de ruptura de filtro. É sensível à cor.

DextroseUm tipo de açúcar. É um ingrediente que pode ser adicionado ao banho.

DiabetesDoença que provoca alteração do metabolismo da insulina no pâncreas resultando num metabolismo anormal do açúcar no organismo.

DialisanteMistura de concentrados e água filtrada que é usada para remover produtos tóxicos por difusão durante a Diálise. O mesmo que banho ou solução de Diálise.

DiáliseProcesso usado para remover produtos tóxicos do sangue duma forma artificial.

DializadorDispositivo que é constituído por dois compartimentos, do sangue e do banho, estão separados por uma membrana semipermeável. Retira do sangue produtos tóxicos e remove fluídos em excesso. O mesmo que filtro de Diálise ou rim artificial.

Dieta renalUm modelo de alimentação que restringe certos alimentos de modo a evitar que se acumulem no sangue produtos tóxicos ou perigosos, como o potássio. É baseado na função renal residual e nas necessidades individuais.

DifusãoMovimento de partículas duma área de concentração alta para uma de concentração baixa. Este processo faz com que os produtos tóxicos passem do sangue para o banho.

Doença Poliquística do RimDoença hereditária em que quistos se formam no rim, destruindo o tecido renal, tornando esse rim incapaz de desempenhar as suas funções.

DoseQuantidade de medicamento para tomar.

Drogas imunossupressorasMedicação dada aos utentes transplantados para ajudar na prevenção da rejeição do rim. A mais comum é a ciclosporina.

EdemaInchaço dos tecidos do corpo, particularmente nas pernas e face, causadas por uma acumulação dos líquidos em excesso.

Edema PulmonarLíquidos em excesso no pulmão.

ElectrólitoElemento com carga eléctrica. Por exemplo: Na+ (sódio) e K+(potássio)

Embolismo de arEntrada de ar nos vasos sanguíneos, impedindo que o sangue chegue aos tecidos.

Engerix BVacina contra a Hepatite B.

EritropoietinaHormona produzida pelo rim. Estimula a medula óssea a produzir glóbulos vermelhos. Já existe actualmente esta hormona sintética, sendo geralmente administrada aos Insuficientes Renais.

EscleroseEndurecimento e espessamento da parede dos vasos.

EspasmoConstrição ou contracção dum músculo ou de uma veia.

EstérilLivre de microorganismos ou germens.

EsterilizaçãoMétodo de eliminação total de todos os microorganismos vivos, bactérias, vírus, etc., e de seus esporos (“sementes”)

EstetoscópioInstrumento usado para ouvir o som do coração a bater, o movimento do ar a passar nos pulmões, o frémito da fistula, etc.

Excesso de fluídosPonto em que a água extra, retida no organismo cria edemas, dificuldade respiratória (dispneia) e trabalho extra para o coração.

FerritinaÉ uma substância de ferro complexa existente no sangue. O nível no sangue indica a quantidade de ferro armazenado no organismo.

FerroMineral necessário para a produção de glóbulos vermelhos.

FibrinaProteína formada no processo de coagulação. Pode ser vista como manchas brancas ou fios no sangue das linhas ou ampola de gotejo.

Filtro de fibras ocasFiltro formado por um feixe de fibras ocas feitas de material semipermeável. O sangue passa através destas fibras e o banho circula à volta das fibras. Tipo de Dializador mais utilizado.

FístulaLigação feita cirúrgicamente entre uma artéria a uma veia, que tem como objectivo desenvolver a rede venosa do braço ou antebraço, preparando essas veias para serem puncionadas repetidamente, para o tratamento de Hemodiálise.

FormaldeídoAgente químico usado para esterilização.

Fósforo ( PO4 )Elemento mineral necessário para o funcionamento normal do organismo, principalmente para a formação do osso.

FluídoQualquer coisa que é líquido à temperatura ambiente.

FrémitoO som e a vibração  produzida pela passagem do sangue através da fístula.

GlicoseTipo de açúcar usado pelo organismo para várias necessidades metabólicas, nomeadamente para produzir energia.

Glóbulos brancosCélulas do sangue que combatem a infecção no organismo.

Glóbulos vermelhosCélulas do sangue que transportam o oxigénio.

GlomerulonefriteÉ uma inflamação do glomérulo ( parte da unidade funcional do rim chamado nefrónio). A destruição progressiva e irreversível da doença crónica leva à necessidade de diálise ou transplante para manter a vida.

HematócritoMedição da percentagem de glóbulos vermelhos no sangue.

HematomaTumefacção escura e dolorosa provocada por sangramento de um vaso sanguíneo danificado, que se verifica debaixo da pele; equimose, pisadura.

HemodiáliseRemoção de produtos tóxicos e líquidos em excesso do organismo por processos de difusão e ultrafiltração através de uma membrana semipermeável dum filtro.  Terapia substitutiva da função renal.

HemóliseRebentamento e destruição de glóbulos vermelhos, normalmente causado por excesso de calor, soluções com concentrações incorrectas ou excesso de pressão.

HeparinaMedicação que evita a coagulação do sangue. Anticoagulante.

Heparina de cargaA heparina que é injectada quando se inicia diálise.

HepatiteDoença do fígado, normalmente causada por vírus.

HipervolémiaLíquidos em excesso no sangue.

HipokaliémiaNível de potássio no sangue mais baixo que o normal.

HipotensãoPressão sanguínea mais baixa que o normal.

HipotensoresMedicação utilizada para baixar a tensão arterial.

HipovolémiaLíquidos reduzidos no sangue. Diminuição do volume total de sangue circulante provocado por uma hemorragia.

HistocompatibilidadeProcesso pelo qual o dador de rim é identificado com um potencial receptor de acordo com o tipo de sangue e características dos tecidos

InflamaçãoZona ruborizada, quente e inchada provocada por infecção ou irritação.

InfusãoAdministração  lenta e constante de medicação ou solução.

InjectarEmpurrar um líquido para dentro de qualquer coisa.

Insuficiência Renal Aguda ( IRA )Súbita e severa diminuição da função renal, normalmente por um breve período de tempo, reversível.

Insuficiência Renal Crónica ( IRC )Destruição lenta dos tecidos normais do rim durante meses ou anos.

Insuficiência Renal Crónica TerminalEstado avançado da doença, necessita de diálise imediatamente.

Intra dérmico ( ID )Injecção dada imediatamente abaixo da pele, na derme.

Intramuscular ( IM )Injecção dada no músculo.

Intravenoso ( IV )Injecção dada directamente dentro da veia.

Kilograma ( Kg )Unidade métrica para medida de peso. Um litro de soro equivale a um Kilograma.

LimpezaRemoção de sujidade. Não desinfecta nem esteriliza. Utiliza-se geralmente água e sabão ou detergente.

Linha arterialLinha de sangue que transporta o sangue do organismo para o filtro.

Linha de heparinaUma extensão da linha arterial, após a bomba de sangue que conecta a uma seringa, por onde geralmente se administra a Heparina.

Linhas de sangueLinhas de sangue que transportam o sangue do paciente até ao filtro e do filtro novamente ao paciente.

Linha de soroExtensão curta de linha situada na linha arterial, no segmento pré-bomba. É usada para administrar soro fisiológico directamente no paciente durante a diálise.

Local de punção do CECPeças vermelha ou azul localizadas junto às extremidades das linhas arterial e venosa, usadas para colher amostras de líquidos ou sangue do CEC e para administrar medicação.

Mangueiras do banhoMangueiras da máquina que transportam o dialisante para o filtro e o dialisado do filtro de novo para a máquina.

MembranaCamada fina, porosa e delicada de material. Em hemodiálise, a membrana do filtro permite a passagem da água e dos produtos tóxicos para o banho.

Membrana semipermeávelMembrana ou fibra com poros microscópicos que permitem a passagem de pequenas partículas mas não passam as grandes. No filtro, a membrana separa o sangue do banho.

MetabolismoProcesso do organismo  de transformação da comida em energia e em novos tecidos.

Mililitro ( ml )Um milésimo do litro. Igual a centímetro cúbito ( cc ).

MineralSubstâncias inorgânicas no organismo, necessárias para a função normal do organismo mas prejudiciais em concentrações muito altas ou muito baixas. Por exemplo: cálcio e fósforo.

MonitorUm dispositivo electrónico da máquina que verifica e avisa possíveis problemas através de alarmes. Máquina.

Monitor da pressãoDispositivo que traduz a força ou pressão numa leitura numérica.

MucosaMembrana que reveste as cavidades naturais como a boca, nariz, etc.

NefrectomiaRemoção cirúrgica do rim.

NefrologistaMédico especialista em doenças do rim.

NefrónioUnidade funcional do rim que filtra os produtos tóxicos e água do sangue.

NeuropatiaLesão dos nervos.

NutriçãoProcesso do organismo que utiliza os alimentos para crescer e manter-se saudável.

ObstruçãoAlgo que pára ou bloqueia, ocluído.

OsmoseMovimento da água através duma membrana semipermeável, duma área de concentração de partículas baixa para uma área de concentração alta.

Osmose inversaEquipamento usado para produzir água pura, fazendo passar a água através dum filtro fino.

OsteoporosePerda excessiva de minerais do osso que resulta numa estrutura do osso pobre.

ParatiróidesGlândulas pequenas localizadas junto à tiróide no pescoço. Estas glândulas segregam uma hormona que regula o metabolismo cálcio-fósforo.

Peça de recirculaçãoConexão usada para conectar a linha arterial e venosa. Permite fazer circular o sangue ou o soro, através das linhas e filtro sem estarem conectas ao paciente.

PericarditeInflamação de uma das camadas (pericárdio) que envolve o coração.

Peso idealPeso adequado para um indivíduo baseado na altura, idade e estatura.

Peso secoO ponto médio entre ter excesso de líquidos no corpo e estar desidratado.

PlasmaParte líquida do sangue.

Potássio ( K+)Mineral necessário ao organismo, principalmente para a contracção dos músculos, mas prejudicial quando está muito baixo ou muito alto.

Pressão negativaEm hemodiálise, é o método usado para remover líquidos do organismo criando uma sucção no compartimento de banho que aspira a água do compartimento de sangue para o banho através da membrana semipermeável.

Pressão positivaForma de remover líquidos do sangue durante a diálise, aumentando a pressão dentro do compartimento de sangue do filtro, forçando a água a passar através da membrana semipermeável para o lado do banho.

Pressão SanguíneaForça que o sangue circulante faz nos vasos sanguíneos.

  • Pressão sistólica – Pressão exercida pelo coração quando se contrai. É o valor mais alto da pressão sanguínea que se ouve.
  • Pressão diastólica - Pressão existente quando o coração está em repouso entre as contracções. É o valor mais baixo da pressão sanguínea.

Produtos tóxicosProduto final do metabolismo celular como a creatinina, ureia, etc.

Proteína Nutriente constituído por aminoácidos, essencial para formar tecidos do corpo.

PTMPressão tansmembranica; as forças positivas e negativas no filtro, que determinam a ultrafiltração ( remoção de líquidos ).

PulsoPulsar do sangue a correr através duma artéria que corresponde aos batimentos do coração.

QuelanteMedicamento que se liga a uma sustância. Por exemplo o cálcio do Carbonato de cálcio liga-se ao fósforo dos alimentos ao intestino, impedindo a sua absorção para o sangue, sendo assim eliminado nas fezes.

RenalReferente aos rins.

RimÓrgão que limpa o sangue dos produtos tóxicos e produz urina. Ajuda também a controlar outras funções do organismo como a produção de glóbulos vermelhos.

ShockHipotensão extrema.

ShuntLigação entre uma artéria e uma veia utilizando um tubo, usada antigamente como acesso para efectuar hemodiálise.

Sindrome de DesequilíbrioUma condição que pode afectar pessoas muito urémicas que iniciam diálise, devido a uma remoção rápida de produtos tóxicos do sangue. Os sintomas de desequilíbrio podem ser cefaleias, náuseas e/ou vómitos e tonturas.

Sódio ( Na+ )Mineral encontrado no organismo. Ajuda a regular os fluídos no organismo. Está associado com a retenção de água e edemas.

Soro fisiológicoSolução de água com sal que é compatível com o sangue – NaCl O,9%.

Soro sanguíneoA porção limpa, do sangue separado , conseguida por aceleração do sangue numa centrifugadora. Plasma.

Subcutânea ( SC )Injecção dada no tecido adiposo ( gordura ) abaixo da pele.

Técnica AssépticaProcedimento estéril usado para prevenir a entrada de microorganismos no organismo (bactérias, etc.).

Teste schiffTeste que determina a presença de formaldeído (formol).

Transducer Linha na ampola de gotejo através da qual a máquina monitoriza e permite visualizar a pressão do sangue ao entrar na veia e permite subir ou baixar o nível do sangue na ampola de gotejo; tem um filtro pequeno que adapta no sensor da pressão venosa na máquina que o protege do retorno de líquidos.

Transplante renalProcedimento cirúrgico onde é retirado o rim dum dador (cadáver ou vivo)  e colocado num receptor.

Transfusão de sangueTermo usado quando se recebe uma unidade de sangue.

Tratamento de águaProcesso de purificação da água para usar em diálise.

UltrafiltraçãoRemoção de fluídos.

Ureia séricaQuantidade de ureia no sangue. A ureia é o principal produto tóxico do metabolismo proteico. É normalmente excretado na urina. O doseamento da ureia no sangue é o principal indicador da função renal e da eficácia da diálise.

UremiaSubida prejudicial de ureia no sangue devido a insuficiência renal.

VeiaVaso sanguíneo que transporta o sangue para o coração.

Xilocaína ( Lidocaína )Anestesia local usada para reduzir a dor e o desconforto.